Ortopedia dos maxilares

Esta é uma especialidade da odontologia que soluciona problemas ósseos, musculares, alinhamento de dentes, funcionamento do maxilar e problemas de articulação. O tratamento realizado por esta vertente é indolor e pouco invasivo por se basear na utilização de aparelhos móveis que remodelam as estruturas ósseas, musculares e de articulação da face através de estímulos sensoriais, promovendo melhora na funcionalidade da arcada dentária.

O que ela trata?

A ortopedia funcional dos maxilares pode tratar a maior parte dos distúrbios odontológicos relacionados à arcada e ao maxilar, encontrados em adultos e crianças. Bruxismo, apneia do sono, dores de cabeça, dor de ouvido, dentição torta, posição errada de queixo, mordida cruzada ou aberta, lábios abertos, mau posicionamento da língua, barulho do maxilar durante a mastigação são alguns destes distúrbios. A técnica da ortopedia funcional dos maxilares consiste em tratar, inicialmente, os problemas de estrutura óssea ou muscular da região da face, para depois alinhar problemas dentários.

A utilização de aparelhos fixos pode ser necessária em algumas fases do tratamento para alcançar a excelência do resultado, mas este não é o foco principal da técnica.

Como o tratamento funciona?

Os aparelhos móveis funcionam estimulando a estrutura óssea da boca, que se remodela de acordo com o tempo de tratamento. Através desta mudança de formato na estrutura o posicionamento dos dentes, da musculatura e das articulações vão se adaptando aos estímulos criados pelo profissional.

A Ortopedia Funcional das Maxilares usa quatro forças naturais: A do crescimento

e desenvolvimento; a da erupção dos dentes; a da postura e movimentos da língua e por fim, a da postura e movimentos da mandíbula.

Uma das características mais importantes da Ortopedia funcional dos maxilares é a possibilidade do atendimento precoce, tão logo o problema seja dectado. Ao se detectar uma má oclusão ou mesmo um pequeno desvio da oclusão normal, podemos intervir, redirecionando esses crescimento.

A partir dos 3 anos de idade é possivel o atendimento ortopédico, seja através de desgastes seletivo ou ainda Pistas Planas (diretas ou indiretas) ou mesmo outro tipo de aparatologia.

Pistas Planas na ortopedia funcional é o nome dado ao acréscimo de resina nos dentes decíduos, baseada na reabilitação Neuro Oclusal, desenvolvida na década de 60 por Pedro Planas

Casos Clínicos

Antes

dra Carolina Junqueira dentista  (1).JPG

Aparelho utilizado para fechamento da Mordida Aberta

Geovana Molina 25 09 09.JPG

Depois

dra Carolina Junqueira dentista  (2).JPG

Paciente  tem 8 anos, e ainda  tem dentição mista,  por isso é importante o acompanhamento do ortodontista durante o crescimento da criança